Arquivo da categoria ‘Projeto Fitness’

Eu sei que a ideia do blog é motivar os leitores a iniciar um novo ideal de vida, mais saudável, superando limites. Mas sinceramente, o treino do Projeto Fitness NÃO é fácil. Não adianta eu mentir e dizer que ‘você percebe os resultados nas primeiras semanas, e isso vai te motivar’. A pegada aqui é outra…

A dieta Dukan foi moleza perto do treino. Ele é muito puxado, várias vezes eu chorei fazendo os exercícios, pensei que não fosse aguentar. E o que me motivou a continuar? O fato de não poder falhar…nem comigo, nem com vocês. Não é fácil, eu tive (e ainda tenho) dificuldades em todos alguns exercícios. Fazer o circuito em casa, sozinha, requer muita disciplina e força de vontade. Estipulei um horário (que pra mim foi o da manhã), uma meta (o corpo tão desejado), botei a playlist pra rolar e me desligo do mundo. Na hora do meu treino, não existe casa pegando fogo, amiga morrendo, cachorro fugindo, que me tire a concentração. Porque se eu me distraio, acabo perdendo o foco, paro de fazer os exercícios, perco a coragem, o ânimo, e aí já era !

Os exercícios são difíceis, embora rápidos, de serem executados. Após o treino, eu geralmente não consigo sequer apontar os dedos das mãos pra cima, porque tudo dói, e estou exausta. Essa sensação me deixa feliz, pois percebo que exercitei o corpo o máximo que ele pode, dei tudo de mim. Mais uma barreira vencida, mais um dia de treino. É isso o que me motiva, e não me deixa ficar um dia sem treinar.

Então, sem mentiras: o treino é pesado sim, principalmente pra quem nunca treinou nada. Requer esforço, força de vontade, foco, perseverança. E a motivação, você tem que ter dentro de si. Qual sua vontade? Melhorar a resistência? Ter um corpo mais bonito pro verão? As duas coisas? Vá atrás disso ! E faça os exercícios sem ‘roubar’. Quando você rouba, rouba de si mesma. É o seu corpo que vai melhorar, então, não diga que quer fazer – FAÇA!

sonho

Believe in yourself. Believe4Real.

Por Mariana Mangelli

Comecei a fazer a dieta, porque gostei do que ela propunha: 4 fases, cada uma com suas peculiaridades, onde eu nunca passaria fome, e teria resultados rápidos. Ok. Dia 08 de outubro foi a data escolhida pra começar (sim, uma segunda-feira). Acho péssimo começar a dieta na segunda, porque o risco de perder o foco durante a semana é alto, e aí no final de semana, já em foco, muitas pessoas acabam abusando da alimentação. Mas dessa vez, eu não podia falhar, nem perder o foco e a vontade de dar certo. Por mim, e por vocês. Comecei a dieta pesando 60 kgs, distribuídos em 1.58 m (sem piadinhas, ok? rs)

Aqui, eu tava no início da dieta - 60 kgs!

Aqui, eu tava no início da dieta – 60 kgs!

Sem dúvidas, a maior dificuldade da dieta foi a primeira semana (fase 1). Tive um cardápio montado apenas com os alimentos permitidos nessa fase: proteínas – carnes, frango, peixes, queijos, ovos, leite e iogurte. Mesmo com o cardápio, algumas vezes fiquei entediada com as opções, e era muito difícil elaborar formas de me alimentar apenas com o permitido. Senti fraqueza, tontura, vontade de desistir…

Como todo sacrifício vale a pena, no 4º dia de dieta, sai de casa, pela primeira vez após o início. Fiquei muito feliz, pois as pessoas já notavam diferenças no meu corpo e no rosto. Acho que, por me ver todos os dias no espelho, não reparei de imediato essas mudanças. Tive que subir na balança e ver com os próprios olhos: 2kgs a menos!!!

Fase 2 - 58 kgs

Fase 2 – 58 kgs

Ao entrar na segunda semana (fase 2), o estímulo era outro: já tinha perdido peso, e agora, pude incluir legumes e frutas em dias alternados. A partir daí, ficou bem mais tranquilo elaborar refeições variadas, e saciar a fome de todas as tardes de formas diferentes. Nessa fase, foram duas semanas, e em cada uma, um quilo a menos. Claro, tive ajuda dos treinos (aqui deve ter o link dos treinos da dukan), tive motivação do espelho e das pessoas ao redor, que sempre diziam como eu tinha emagrecido, perguntavam o que eu tinha feito.

Na fase 3, onde você pode incluir duas fatias de pão integral, algumas porções de macarrão integral, inhame, lentilha, entre outros, ficou bem mais fácil manter a dieta, além dela ficar cada dia mais gostosa. Tornou-se um hábito separar um dia somente para me alimentar com proteínas, e alimentos da fase 1. Faz parte do processo, e, com o passar do tempo, acabei mudando o jeito de me alimentar sem sacrifícios.

Fase 2 - já dava pra perceber os resultados!

Fase 2 – já dava pra perceber os resultados!

Todo esforço valeu (e está valendo) a pena. Sofri muito, abri mão de muitas coisas gostosas e não saudáveis, criei novos hábitos. Não passei fome em momento algum, muito embora tenha sentido vontade de comer coisas não permitidas. Sendo forte o bastante pra continuar, me mantendo motivada, e resistindo ao almoço de domingo na casa da vovó (com aquela beeeeeeeeeeeela e gorda macarronada), atualmente estou pesando 53 kgs, e usando calça manequim 38!! Sim, eliminei 7 kgs em um mês aproximadamente, e saltei do manequim 42 ao 38!

Nessa foto, eu estava com 54kgs. Esse vestido, não usava desde 2009!!!

Nessa foto, eu estava com 54kgs. Esse vestido, não usava desde 2009!!!

Se eu consegui, você também consegue.

Believe in yourself. Believe4Real.

Por Mariana Mangelli